sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Tenho em mim todas as dúvidas do mundo, e uma só certeza que as estraçalha: sou Sua morada. Deus compassivo, clemente e longânimo e grande em misericórdia e fidelidade; que guarda a misericórdia em mil gerações, que perdoa a iniqüidade, a transgressão e o pecado, sei que és assim pois assim Cristo viveu e selou isto com Seu sangue. Obrigada pois isto dá sentido ao ar que adentra em meus pulmões, a chuva que escorre dos meus olhos e ao gosto do chá de gengibre. Glória e força sejam dadas ao Rei de justiça, que é soberano sobre tudo e sobre todos.

2 comentários:

  1. Parabéns pela tua escolha de Marina. Nem eu esperava outra coisa de ti.
    Gostei de saber que lês Saramago. Foste á homenagem dele em SP?
    Um abraço

    ResponderExcluir