sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

sou da geração do desbunde, que não aceita perder tempo, que não deita na grama, que não se desconecta. hoje, no auge dos meus quase vinte anos, agi por impulso mais uma vez: cometi orkuticídio GRAAAAAAAAAAÇAS A DEUS depois de jogar fora boa parte da melhor parte da minha vida. quero tocar meus amigos, reconhecer a voz deles de novo, sentir saudade e escrever uma carta. parece idiota, talvez não dê certo, mas eu tenho saudade de viver, tomar garapa e ler um livro sem cronometrar o relógio, apostar na corrida de pingos, ouvir Choppin de madrugada...
ok, eu confesso, cada dia que passa, tenho mais saudades de casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário