segunda-feira, 23 de abril de 2012

Pai,
que a paz que excede todo o entendimento transborde em meu coração
guarda-me de mim mesma
e que a dúvida, o medo, a tristeza e a angústia não venham a encobrir a alegria da tua salvação
que eu possa amar a igreja apesar de seus muitos deslizes, assim como ela me ama
que o meu choro carregue ainda alguma esperança de um dia não mais chorar
que a amargura causada pelas pauladas que a vida me deu não me impeçam de amar
Senhor, olha pra mim que sou tão pequenininha
e me ajuda a andar
dá-me apenas um pouco mais de fé
que eu vou passar o café pra não ficar pra trás
sustenta esta pobre pecadora
e não a deixa esquecer
que é para a cruz que ela deve olhar

Nenhum comentário:

Postar um comentário