sábado, 9 de junho de 2012



Não à toa instituiu o Senhor o Shabat, mandamento este, relativizado em nossos dias (como todos os outros). A própria igreja se esquece de parar e contemplar, de descansar na soberania do Deus que provê e intervém, se esquece de reconhecer sua pequenez e dependência, sucumbe ao pragmatismo gospel, valoriza ações à pessoas, coisas à pessoas, em movimentos vazios, compromissos vazios que servem apenas para mascarar suas próprias feridas. "Finja que o leproso não existe, finja que ele não está entre nós", "o que importa é o acampamento, a conferência, o ensaio, a festa, o evangelismo, o jantar, o show, a palestra, o treinamento, o campeonato. Eles são números e não nomes."
Respira Igreja do Senhor, lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta.
Respira dona Daniela, lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário